NOTÍCIAS | RAMO AGRO
Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2018, 13h:53
CNA sugere prorrogação de tarifas antidumping
Leite da UE e Nova Zelândia
IMPORTAÇÃO DE LEITE

 

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) sugeriu a prorrogação das tarifas antidumping para o leite em pó exportado pela União Europeia e pela Nova Zelândia ao Brasil, informou a entidade em nota no dia 14 de novembro. A solicitação foi feita durante reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite e Derivados do Ministério da Agricultura, ontem, em Brasília.
De acordo com o presidente da Câmara e da Comissão Nacional de Pecuária de Leite da CNA, Rodrigo Alvim, o objetivo é que sejam mantidas as alíquotas de 14,8% para o leite importado da UE e de 3,9% para o da Nova Zelândia. Segundo ele, a cada cinco anos é necessário renovar os direitos antidumping e o terceiro período de prorrogação ainda não chegou, mas está próximo.
“Não é uma questão de proteger o mercado brasileiro, mas de se defender de práticas desleais de comércio. Há uma visão de que não haveria muito sentido em se prorrogar novamente esses direitos antidumping. Isso nos preocupa porque representa o risco de o Brasil ser inundado de leite importado, principalmente da UE”, afirmou Alvim.
Segundo o assessor técnico da CNA, Thiago Rodrigues, a oferta de leite na UE começou a aumentar desde que deixou de vigorar o sistema de cotas que limitava a produção, em 2015. Hoje, estima-se um estoque de aproximadamente 400 mil toneladas de leite em pó naquela região.

As informações são do Estadão.

 

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




OCB/MT - Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras no Estado de Mato Grosso
SESCOOP/MT - Serviço Nacional de Aprendizagem de Cooperativismo de Mato Grosso
I.COOP - Faculdade do Cooperativismo





Logo

Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet